Notícias

Atualização da playlist Amores 360 com Fernanda Passos

Foto: Divulgação

Para a edição especial de Funk da nossa play Amores 360, convidamos ela que respira e vive o funk desde sempre, Fernanda Passos!

Diretamente de Campos dos Goytacazes, no interior do Rio de Janeiro, Fernanda, é uma mulher preta, LGBTQIA+, umbandista, formanda em Psicologia e que desde que se entende por gente é apaixonada por Funk. 

Além disso, de vez em quando ela produz uns setups de funk putaria no SoundCloud e pesquisa as relações do Funk Carioca com a juventude negra periférica que o produz. Recentemente sua pesquisa tem dado foco nos processos de masculinidades negras envolvidos através do Funk.

Se liga no papo que a gente teve com ela sobre a playlist que ela preparou.

Amores Sonoros – Como foi que você conheceu o Amores Sonoros?
Fernanda Passos –
Através das redes sociais e também do Gustavo que me apresentou o canal, depois disso passei a acompanhar.

Amores Sonoros – Rolou algum critério na seleção das músicas? Se sim, quais? Gosto pessoal, referências?
Fernanda Passos –
O primeiro critério era o de que fossem pessoas pretas cantando e/ou produzindo, de preferência os dois. Também tentei realizar uma perspectiva temporal que mostrasse a diversidade de vertentes que o Funk apresenta, e que também não se esgota as que foram adicionadas na playlist e como o Funk foi mudando, principalmente em questão de batidas, chegando até ao 150bpm atualmente. Além disso, tive a preferência por escolher artistas que marcaram em suma a minha infância e por gosto pessoal daquelas músicas que eu tenho mais preferência por ouvir normalmente e proximidade.

Amores Sonoros – De que forma as músicas e/ou os artistas que você selecionou impactam em seu dia a dia?
Fernanda Passos –
Costumo dizer que o Funk está presente na minha vida desde que me entendo por gente, não tem um único dia qualquer que ele não esteja por perto. Eu vivo o Funk sempre. Entendendo a história do Funk, um ritmo completamente marginalizado que sofre diversas tentativas de criminalização e silenciamento desde que surgiu até os dias atuais – semelhante a história de outros ritmos oriundos dos afrodescendentes como o samba, o Hip Hop, o rap e a capoeira, por exemplo – mas que ainda assim consegue uma visibilidade tremenda, sendo atualmente até conhecido internacionalmente e produzido majoritariamente por uma juventude negra e periférica, esses artistas são referências pra mim na história do Funk e em toda resistência que há nesse movimento.

Amores Sonoros – E se você pudesse escolher UMA favorita dentro de todas da playlist, qual seria?
Fernanda Passos –
Porque foi através do Medley do FP que eu comecei a tocar numas festinhas aqui em Campos (Campos dos Goytacazes, RJ) e também “mostrei pro mundo” o quanto eu sou apaixonada por funk, enfim essa mudou muita coisa por aqui.

Agora bora deixar de papo e curtir essa play incrível. Clique no link abaixo, bota o fone e solta o tamborzão DJ!

0 comentário em “Atualização da playlist Amores 360 com Fernanda Passos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: