Notícias

Com produção audiovisual 100% de mulheres negras Larissa Alves lança seu novo clipe

“Eu Queria Que Fosse Leve” será lançado nesta terça-feira, 29, e marca o retorno da artista baiana para Salvador depois de 8 anos em São Paulo.

Entre suspiros, a artista baiana Larissa Alves, faz um desabafo de como seria bom voltar a “sorrir sem máscara” e ter relações de olho no olho. “Eu Queria Que Fosse Leve” marca a volta de Larissa para Bahia, sua terra natal, depois de 8 anos em diáspora paulista. O single saiu nas principais plataformas de música nesta sexta-feira, 25 de junho, e terá seu clipe lançado no YouTube hoje. 

Em uma produção audiovisual realizada por uma equipe de seis mulheres negras, a artista, que é também Relações Públicas, estreia como diretora audiovisual. A música “Eu Queria Que Fosse Leve” fala de amor e pandemia, o suspiro de relações passageiras que deixam saudade do que ainda não foi vivido por conta do contexto. 

“A canção foi escrita no início da pandemia, em um apartamento no centro de São Paulo, por essa mulher se percebendo adulta, cheia de incertezas e montanha russa de sentimentos. O refrão surgiu como uma súplica por dias melhores, melhores relacionamentos, melhores trocas com outras pessoas.E ter uma equipe  de mulheres negras, trouxe leveza a todo processo”, reflete Larissa.

O clipe coloca em imagens e cores a sensação de conversa íntima que a música deixa, e traz cenas familiares a parte da população nesse período, o home office. Assim, entre reuniões e anotações, a personagem do clipe se lembra, ou sonha, com momentos felizes, leves e bem acompanhados. Com direção fotográfica de Fabíola Silva, a produção foi toda gravada no celular, formato que a cineasta tem ministrado oficinas de introdução ao audiovisual para jovens periféricos, desde 2019. A partir dessa expertise desenvolvida, Larissa e Fabíola optaram por gravar o clipe todo com um celular IPhone XR na resolução 4K.  

Ouça “Eu Queria Que Fosse Leve”.

A produção musical é assinada por Marcelo Santana, do AquaHertz Studio e traz um momento novo musicalmente para a artista, que tem raízes no reggae, samba-reggae e dancehall. Larissa Alves lançou seu primeiro EP, “Pense em Coisa Boa Ao Vivo”, em dezembro de 2019. Antes disso, teve os singles “Banzo de Doer” e “Endiabrada”, cujos clipes estão disponíveis no YouTube. 

Em São Paulo, Larissa Alves estudou Apreciação Musical na EMESP Tom Jobim e desenvolvimento vocal na escola Cor e Voz. Concebeu o projeto “Baianidades”, que apresenta a sua versão musical da Bahia em diversos espaços da capital paulista. Integrou e ajudou a fundar o bloco de carnaval Jah É, de reggae e samba-reggae, no bairro da Freguesia do Ó, e também as bandas de forró O Baile e Banda da Goiaba. Na Bahia, já cantou em bandas de reggae, pop-rock, pagodão e fez voz e violão na noite do Rio Vermelho. 

Instagram / Facebook / YouTube / Twitter: @larissaalvesok

0 comentário em “Com produção audiovisual 100% de mulheres negras Larissa Alves lança seu novo clipe

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: